Chapada: Quatro tremores de terras são registrados em Jacobina em menos de dois meses e moradores temem rompimento de barragem.


 A mineradora manifestou sua preocupação | FOTO: Divulgação/TV Bahia |

Nos acompanhem nas nossas redes sociais e tenham nossas notícias em 1ª mão!


Moradores de Jacobina, na Chapada Norte, andam assustados com os tremores de terras que vêm acontecendo no município. Em menos de dois meses já foram registrados quatro abalos sísmicos, segundo o Laboratório de Sismologia da Universidade Federal do Rio Grande do Norte (UFRN). A maior preocupação de quem vive no município, são os riscos que esses abalos podem causar nas estruturas das barragens de minérios localizados na região.

Os dois primeiros abalos foram em 9 de dezembro e registraram 3 e 3,2 pontos de magnitudes. Na última segunda-feira (25), um outro de 2,6 ponto de magnitude também foi identificado. E o quarto foi apontado pelo laboratório na última terça-feira (26) com 1,6 de magnitude (veja aqui). Em entrevista ao jornal Bahia Meio Dia, a diarista Luzineide Silva diz nunca ter imaginado o fenômeno na região. “Está todo mundo assustado e nem consegue dormir direito”, aponta a diarista.

==>> Participe do Sorteio do Blog do Adenilton Pereira no nosso perfil no Instagram. Para saber mais clique aqui.

Já o professor e morador Robson de Jesus, ressalta ser “episódios rápidos, mas que dá para perceber e ouvir um pequeno estremecer da terra”. No bairro Jacobina III, moradores tiveram suas casas rachadas por conta do evento sísmico. O que parece ser raro, no entanto não é. Jacobina tem registros antigos de movimentação de terra. O promotor da Justiça, Pablo Antônio Cordeiro informa que “no ano de 1990 havia o registro de abalo sísmico no município e por tanto Jacobina não poderia ser qualificada como uma zona assísmica”.

Em um despacho do dia 10 de dezembro de 2020, o promotor havia encontrado erros em um estudo da JMC Yamana Gold, empresa responsável pelas barragens de rejeitos de minérios, que afirma que as barragens se encontram em áreas assísmicas, ao contrário do que diz os estudos da Rede Sismográfica Brasileira. O Ministério Público (MP) solicitou ao Laboratório de Sismologia da UFRN informações sobre a profundidade dos epicentros desses abalos para descartar uma causa que não seja natural. Além disso, o MP pediu para a empresa refazer análises e montar uma estrutura própria de detecção de tremores.

Em nota, a mineradora manifestou sua preocupação. A direção afirma ter aberto processo de contratação de empresa consultoria especializada para monitoramento e estudo de abalo sísmico. O intuito é acompanhar os efeitos dos tremores de terra nas barragens de rejeitos localizadas em Jacobina. A mineradora garante que “opera dentro de todas as normas legais vigentes no país” e que suas barragens de rejeitos, a B1 e B2, estão seguras. “Estão sujeitas a um robusto, moderno e sofisticado sistema de gestão de estruturas de armazenamento”, completa.

Fonte: Jornal da Chapada

Deixe Seu Comentário:


Entre em contato pelo Whatsapp 74 999663572
Na Comercial Gomes você encontra tudo em alimentos, bomboniere, cosméticos e bebidas em geral, sempre com o menor preço e o melhor atendimento. Faça nos uma visita e comprove o que estamos anunciando. Estamos localizada na Rua da Jaqueira, nro. 134, na cidade de Tapiramutá-BA. Mais informações: (74) 99978-2940 ou 98851-3339.
Não perca esta oportunidade! Na loja virtual Dory Modas você encontra roupas de qualidade e preço baixo. Comprando a partir de R$ 100,00 dividimos no cartão e a vista você tem 10% de desconto. Veja Mais Clicando Aqui.
Portões de Correr, Portões Basculhantes, Coberturas Metálicas e Reboques para Carro e Moto em Tapiramutá e região é com a Metal Brasil. Veja mais detalhes Aqui.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s