Um Dedo de Prosa: Jardelino Satanás – Por Adaelson Alves Silva – Confira o Episódio desta terça-feira(16).



Nos acompanhem nas nossas redes sociais e tenham nossas notícias em 1ª mão!


Recentemente tive a oportunidade de começar a assistir a uma obra prima do Dias Gomes, que foi adaptada para a televisão como forma de novela. Estou falando de “O bem amado”. Se você não viu há 50 anos, aproveita para ver agora.

Pois bem. Estou falando nisso porque, lá em Sucupira onde a trama se desenvolve, tem personagens folclóricas como em todas as cidades, notadamente, as pequenas, onde estas figuras são melhores observadas.  Hoje vou falar de uma figura que povoou a nossa Piritiba: Jardelino Satanás. 

Jardelino Satanás era ateu confesso, para a tristeza dos religiosos de Piritiba. Não era temente a Deus, como dizia Zé Garapa.

As más línguas chegavam a afirmar que Jardé tinha pacto com o Demo. Acho exagero. É certo que dormia num caixão de defunto que mandara Rosalvo fazer, mas…

Tinha uma ‘magrela’ que era o seu meio favorito de transporte. E quando alguém falava: “Deus te leve Jardelino”, ele blasfemava: quem me leva é minha “magrela”.

Uma ocasião, João Macedo, próspero fazendeiro, arrumou um pedaço de terra pra ele fazer uma roça. Trabalho duro. E como não existe terra bem tratada que deixe quem a tratou na mão, a roça ficou bonita e viçosa. Tanto que o Padre olhou pra roça e perguntou quem conseguira aquilo. Jardelino, de bate pronto respondeu: fui eu, com muito trabalho e suor.

– E a ajuda de Deus – emendou o sacerdote.

Jardelino engoliu em seco. Disse que no início era de desanimar. A terra era um verdadeiro torrão. Capinou o mato com muito afinco e plantou milho, feijão e melancia. A chuva chegou na hora certa.

-E com a ajuda de Deus – frisou o padre.

-Mas deu gafanhoto por aqui e comeu tudo.

Jardelino ficou esperando que Nicanor dissesse que foi com a ajuda de Deus. O sacerdote ficou calado e Jardelino continuou dizendo que não esmorecera. Replantou tudo e o resultado estava ali: feijão, milho e melancia a dar com o pau.

-Com a ajuda de Deus – voltou a afirmar o padre.

  -Sim, com a ajuda de Deus. Mas, antes, quando Ele fazia tudo sozinho, o senhor precisava ver seu padre. Esta terra não valia um tostão furado.

Nicanor aconselhou Jardelino a rezar 231 “Creio em Deus Pai”, 511 “Ave-Marias” e 1.231 “Pai Nosso”.

https://i.imgur.com/CKUuM1Zl.jpg

Por: Adaelson Alves Silva

Observação: O colunista Adaelson Alves Silva é piritibano e atualmente ele reside no Estado do Paraná, onde é médico nefrologista. Ele está produzindo uma série de crônicas para o Blog do Adenilton Pereira que serão publicadas sempre às terças-feiras. A colona produzida por Dr. Adaelson tem o nome de “Um Dedo de Prosa”.

Deixe Seu Comentário:


Entre em contato pelo Whatsapp 74 999663572
Na Comercial Gomes você encontra tudo em alimentos, bomboniere, cosméticos e bebidas em geral, sempre com o menor preço e o melhor atendimento. Faça nos uma visita e comprove o que estamos anunciando. Estamos localizada na Rua da Jaqueira, nro. 134, na cidade de Tapiramutá-BA. Mais informações: (74) 99978-2940 ou 98851-3339.
Não perca esta oportunidade! Na loja virtual Dory Modas você encontra roupas de qualidade e preço baixo. Comprando a partir de R$ 100,00 dividimos no cartão e a vista você tem 10% de desconto. Veja Mais Clicando Aqui.
Portões de Correr, Portões Basculhantes, Coberturas Metálicas e Reboques para Carro e Moto em Tapiramutá e região é com a Metal Brasil. Veja mais detalhes Aqui.

4 comentários sobre “Um Dedo de Prosa: Jardelino Satanás – Por Adaelson Alves Silva – Confira o Episódio desta terça-feira(16).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s